sábado, 1 de novembro de 2008

PREGUIÇA TOTAL


Nenhuma postagem desde 30 de outubro... mas também ninguém lê mesmo, bobagem.


Nesse meio tempo tá rolando um monte de projetos na encubadora. Pra um cara que já tá todo encubado, que nem eu, tem nem jeito de ficar atualizando blog, então deixa rolar, quanto os projetos estiverem indo pra rua a gente avisa.


Como agora, por exemplo: exposição de desenhos em homenagem a Drummond. Desenhos do Ziraldo para o livro que fez com o poeta: "O pipoqueiro da esquina", e desenhos meus, que cartunizei o poema "Eu, etiqueta". Eles estarão expostos na Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, em Itabira, de 15 a 27 de novembro agora. Na abertura, lançamento da jararaca alegre pela primeira vez em Itabira, um coquetelzinho e musica da boa, com direito a esticar até o bar Sensatez, do nosso amigo Dodô, depois dos procedimentos legais.


No Sensatez (que eu até ontem chamava de Insensatez, mas é um erro compreensível, afinal o bar é de jazz e bossa nova, o Dodô só quis consertar alguma coisa que eu não sei o que é) vamos ficar tocando violão até sei lá que hora, ou até os vizinhos chamarem a polícia, o que vier primeiro.


No bar tem um piano, e eu espero a presença de uma pessoa que disse que pode arrancar umas notas dele.


Fora isso, no fim, é tudo uma grande festa, que é o que a gente gosta... amigos, arte, música boa, noite de lua (será uma noite de lua cheia, de acordo com a Folhinha Mariana) e tudo o que vem junto com tudo isso.


O convite tá ficando pronto e eu vou postar aqui. Se alguem estiver lendo, considere-se convidado.


Na foto, estamos no Sensatez: eu, Jorge Inácio (o grande cartunista, autor da capa da próxima jararaca); Silvio Henrique, meu amigo delegado POP, baixista da banda Namastê, e ao lado dele o vocalista e violonista da banda, Flavio Boca; e na ponta, o Dodô, dodono do Sensatez, responsavel pela atmosfera jobiniana e viniciana do sensacional bistrô.

3 comentários:

Cabeto disse...

se nos convidar,cometeremos a insensatez de tocar no tá bira...

Anônimo disse...

pô Camilo, tem sempre alguém que lê. Mesmo que fique caladinho. Só que escrever vem antes disso. ;)
Beijinhos.

Feroli disse...

E ai Camilo... Estou em BH e, se der, dou uma ida rápida a Itabira só prá conferir. Me diz quando o Cabeto vai tocar...
(SOU O FERNANDO, IRMÃO DO TIKURICA, EX-FREQUENTADOR DO BAR DO PIOLHO, LEMBRA-SE?)